Seu filho apresenta sinais de cansaço? Descubra o que fazer

Crianças possuem uma fonte de energia infinita. É natural que os pequenos tenham disposição de sobra, aliás, isso significa que seu filho está saudável. Mas, e quando se tem um filho com sinais de cansaço?

Ter uma criança abatida dentro de casa não é bom sinal. Cabe aos pais identificar, avaliar e cuidar dessa situação para revertê-la.

Felizmente, em alguns casos, fazer uma mudança na alimentação da criança já é o suficiente para dar um jeito na falta de ânimo. Porém, em outros casos, é preciso procurar ajuda o quanto antes!

Continue lendo e veja os detalhes sobre o assunto.

Como sei que tenho um filho com sinais de cansaço?

É raro encontrar uma criança que verbalize seu cansaço, porque muitas não entendem o que está acontecendo. Elas não têm noção de que o cansaço constante é um problema. Portanto, não espere que seu filho diga que está cansado. Você deve perceber isso nas ações dele.

Há sinais mais óbvios, outros que precisam ser analisados com cuidado ou então se tornam quase imperceptíveis. Confira alguns:

Desânimo para atividades

Atente-se se seu filho está perdendo a vontade de fazer coisas que antes ele gostava muito. Por exemplo, veja se ele prefere ficar quietinho dentro de casa, ou em mexendo apenas em jogos eletrônicos, assistindo tv, em vez de sair, fazer alguma atividade física e brincar com os amigos.

Você também deve notar se seu filho está ficando cansado muito rápido, se está sem forças para realizar atividades físicas e sem energia até mesmo para sair de casa.

Perturbações no sono

Outro fator que deve ser analisado é o sono. Perceba se seu filho está dormindo pouco, o suficiente ou mais do que deveria. É importante ver se a criança apresenta sinais de sonolência, mesmo depois de ter dormido bastante. Veja também se a criança está tendo muita dificuldade para acordar e permanecer acordado.

Alimentação

A alimentação é outro ponto que denuncia o mal-estar dos pequenos. Primeiro, é preciso reparar se seu filho está sentindo fome. Não querer comer de vez em quando e, às vezes, fazer birra na hora das refeições é normal.

Mas, se seu filho anda comendo pouco e você precisa oferecer comida senão ele até esquece de comer, a situação torna-se preocupante. E, por último, observe se seu filho tem uma alimentação saudável ou só vive de besteiras.

Como acabar com os sintomas de cansaço?

O primeiro passo é checar a fonte de toda a falta de energia da criança. Uma péssima noite de sono é um dos piores violões para as crianças que, por conta da fase em que estão, precisam de longas horas de sono diárias.

Verifique o colchão de seu filho, veja se ele está adequado para a idade. Tente comprar um travesseiro novo do gosto do pequeno. 

Além disso, é recomendável que os pais façam um ritual para hora de dormir, como escovar os dentes, colocar o pijama e ouvir ou ler uma historinha. Então, ao fazer esse ritual, a criança se sentirá preparada para dormir.

Depois, cuide da alimentação do seu filho. Se possível, leve-o ao nutricionista. Com a ajuda de um profissional, você conseguirá balancear as refeições e tornar as comidas saudáveis mais agradáveis para a criança. Lembrando da importância de diminuir a quantidade de salgadinhos e doces ingeridos.

Vale lembrar que é preciso deixar as crianças descansar. Sabemos que os pais querem dar as melhores oportunidades para seus filhos, mas tente não sobrecarregar a criança com atividades complementares.

Tentei de tudo, mas meu filho continua cansado. E agora?

Se seu filho continuar com sinais de cansaço sem nenhuma melhora, mesmo depois de você ter feito tudo o que citamos acima, então sugerimos que procure ajuda de um médico pediatra.

O que pode parecer um simples cansaço pode ser, na verdade, um problema de saúde, como anemia. Lembrando que sintomas como palidez, infecções frequentes e mal-estar (como sensação de frio e taquicardia) não são sinais de cansaço, mas sim de algo mais grave.

As dicas foram valiosas para identificar um filho com sinais de cansaço? Então, nos siga nas redes sociais, para não perder nenhuma novidade no Twitter e no Facebook.

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"