Saiba como ajudar seu filho na adaptação em uma escola nova

Não importa se é a primeira vez que a criança vai a um colégio na vida ou se, por algum motivo — mudança de cidade dos pais ou encerramento de ciclo, por exemplo — houve uma transferência: a adaptação em escola nova é sempre um processo gradativo. A duração pode variar conforme a idade ou as características comportamentais da criança e do adolescente.

Neste post, vamos dar dicas valiosas para que essa transição aconteça da maneira mais tranquila possível. Conseguir com que seu filho se integre rapidamente ao ambiente também depende de você. Veja como ajudá-lo:

Envolva a criança

Tudo o que é novo assusta. Por isso, é natural que a criança seja tomada por uma mistura de sensações: medo, insegurança, ansiedade e euforia. Se é a primeira vez que ela vai à escola, encoraje-a valorizando os aspectos positivos dessa mudança.

Explique ao seu filho que essa é uma etapa importante do crescimento e que ele terá a chance de conhecer outras crianças. Apresentar a escola ao pequeno estudante antes do primeiro dia oficial também é uma boa estratégia.

O grande segredo é envolvê-lo diretamente no processo: ao sair para comprar o material escolar, leve-o consigo. Você pode, por exemplo, permitir que ele escolha alguns itens.

Fale sobre os novos amigos

Muitas pessoas acreditam a adaptação em uma escola nova é mais traumática para as crianças menores. Essa é uma concepção equivocada: para um adolescente, afastar-se dos amigos e de um ambiente com o qual ele já está familiarizado pode ser igualmente doloroso.

Portanto, essa é uma transição que também merece cuidados. A menos que tenha sido um desejo dele, esclareça ao jovem as razões que motivaram a mudança de escola.

Mas, de toda forma, mostre ao seu filho que ele não está “perdendo” nada, mas somando pessoas ao seu círculo de convivência. Assim, o contato com os antigos colegas pode ser mantido normalmente: se eventualmente vocês se mudaram de cidade, os recursos tecnológicos estão aí para facilitar a comunicação.

Estabeleça uma parceria com a equipe pedagógica

Para que você saiba como anda a vivência na nova instituição, é fundamental estabelecer uma parceria com a equipe pedagógica, marcada pela confiança mútua.

Como uma das primeiras medidas práticas dessa relação, você pode combinar com a escola ações para que a criança se entrose mais rapidamente. Afinal, tudo fica mais fácil quando a criança se sente acolhida.

É verdade que afeto não se compra, mas o seu filho pode presentear os novos colegas com pequenas lembranças. Se você chega de uma região diferente, uma aula sobre o seu local de origem pode ser um pretexto bacana para apresentá-lo.

Prepare-se emocionalmente você também

Por último, sabemos que os pais não conseguem permanecer indiferentes a essa mudança. Portanto, é fundamental que os adultos também se preparem emocionalmente para a nova situação e seus desdobramentos.

Há momentos em que você deve oferecer colo à criança, permitindo que ela extravase seus sentimentos sem censurá-las. Na contramão, também há ocasiões que é preciso se manter firme, como quando, passadas algumas semanas, ele ainda não quer ir à escola.

Agora que você já entendeu como pode ajudar seu filho na adaptação em escola nova, que tal compartilhar este texto em suas redes sociais? As dicas podem ajudar pais e mães que estejam enfrentando uma situação semelhante!

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"