Como controlar o acesso dos filhos à internet?

A internet revolucionou a maneira como nos comunicamos, sendo um dos meios de comunicação mais potentes da atualidade. Porém, essa ferramenta também nos trouxe perigos, principalmente para as crianças e adolescentes, que nem sempre se dão conta de que estão correndo riscos online, seja acessando páginas inadequadas para a idade deles ou conversando com estranhos.

Por isso, os pais devem controlar o acesso à internet para proteger os seus filhos. Além de expor as crianças à situações perigosas, ficar conectado por muito tempo também pode causar problemas na saúde e no desempenho escolar. Permanecer horas seguidas em frente a uma tela pode prejudicar a visão, comprometer a postura corporal e aumentar a ansiedade.

Confira o post que preparamos e saiba como limitar o uso dessa tecnologia pelos seus filhos, garantindo que ela seja acessada com responsabilidade!

Deixando o computador em local com fácil visualização

Não se trata de estar em cima dos seus filhos o tempo todo, mas uma forma de controlar o acesso deles à internet é deixar os dispositivos, como computador e tablet, em locais com fácil visualização, permitindo que você acompanhe o que eles estão fazendo e que o restante da família também transite.

E quando a criança estiver acessando a internet pelo celular? Nesse caso, uma alternativa é tirar a chave da porta do quarto dela, impedindo que ela se tranque no cômodo e acesse conteúdos inadequados. Assim, você pode entrar no recinto sempre que quiser e ver como ela está se comportando.

Usando programas e aplicativos que controlam o acesso de sites e horários

Está na hora de estudar, mas o seu filho insiste em ficar na internet vendo conteúdos que não estão relacionados às disciplinas escolares? Essa situação pode ser resolvida por meio do uso de programas e aplicativos que supervisionam os sites e horários que ele pode acessar a web.

Com a ajuda dessas ferramentas, os pais podem bloquear o dispositivo eletrônico por um período determinado. Por exemplo, se a criança pode ficar duas horas na internet e depois tem que estudar, você pode programar o celular ou computador para desligar ou bloquear as páginas de entretenimento após esse período. Assim, ela passa a fazer um uso focado e educativo do aparelho durante o horário de estudos.

Bloqueando sites inadequados para controlar o acesso à internet

Um dos malefícios da internet é possibilitar que as crianças façam determinadas descobertas antes da idade ideal, ou pior, fiquem à mercê de pessoas mal intencionadas. Para não correr esse risco, os pais podem bloquear os sites de conteúdo adulto, violento e inapropriados para a faixa etária delas.

Para realizar o bloqueio, você pode entrar em contato com a central de atendimento ao cliente do seu provedor e solicitar que as páginas inadequadas para os seus filhos sejam bloqueadas na rede em que eles se conectam com os seus dispositivos.

Fazendo outras atividades com os seus filhos

Além de contar com ferramentas que limitem o uso da internet, também é importante que os pais incentivem os seus filhos a realizarem outras atividades que não estejam associadas aos dispositivos eletrônicos para que eles se socializem com outras pessoas e tenham uma vida fora do ambiente virtual.

Portanto, chame o seu filho para fazer programas em família, exercícios físicos, como andar de bicicleta, passear no parque, se distrair indo ao cinema ou até mesmo a receber os amigos em casa.

É importante ressaltar que controlar o acesso à internet não significa proibir o uso, uma vez que essa tecnologia é indispensável para a realização de diversas tarefas cotidianas para crianças e adolescentes. É imprescindível conversar com o seu filho, conscientizando-o sobre os benefícios e riscos da web para que ele tenha responsabilidade e também saiba se cuidar enquanto estiver conectado.

Quer estar mais próximo do seu filho e ajudá-lo na sua vida escolar? Confira mais um de nossos post e saiba como melhorar a comunicação entre pais e escola!

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"