5 hábitos de estudo para crianças irem bem na escola

Assim como a leitura, estudar é um hábito que deve ser construído desde cedo. Afinal de contas, passamos a maior parte de nossas vidas estudando, não é mesmo? O aprendizado jamais cessa e, por isso, cultivar bons hábitos de estudo se torna essencial.

Além disso, é importante ter em mente que o ato de estudar não deve ser visto como um tormento. Aprender pode ser muito divertido e é possível unir o útil ao agradável e fazer os pequenos sentirem prazer em adquirir conhecimento.

Quer saber como ajudar seus filhos a gostarem de estudar e irem bem na escola? Continue a leitura e confira todas as nossas dicas!

Qual é a importância da rotina na vida das crianças?

Quando pensamos nisso, automaticamente associamos o termo a sentimentos negativos. Para a maioria de nós, adultos, ela é algo maçante, que precisa urgentemente ser quebrado e não combina em nada com o conceito de felicidade.

No entanto, as coisas não são bem assim. A rotina é fundamental para a organização física e cerebral de todos nós, afinal de contas, o nosso cérebro não é programado para funcionar em meio ao caos. Para os pequenos, isso se torna ainda mais importante.

Com as ideias funcionando a mil e as capacidades cognitivas ainda em formação, ter uma rotina bem estabelecida é extremamente benéfico para nossos filhos, ensinando-os a ter responsabilidade e a conviver em sociedade.

Como incentivar bons hábitos de estudo?

É necessário estabelecer costumes desde cedo, para que se desenvolva o gosto pela arte de estudar. Vamos conferir alguns meios de tornar isso possível?

1. Monte um cronograma com a criança

Criar um cronograma de estudos é o primeiro passo. Ele deve distribuir as matérias a serem estudadas em cada dia e o tempo de duração de cada sessão. É importante salientar que isso não deve ser feito de forma aleatória, mas de acordo com as dificuldades e os gostos pessoais de cada criança.

Depois de feito, é bacana imprimir o projeto em cores fortes e coloridas e deixá-lo exposto em algum lugar estratégico, como a mesinha de estudos do pequeno. Isso fará com que ele se lembre dos horários com mais facilidade e evitará desculpas.

2. Crie um espaço organizado para os estudos

Outra maneira eficaz de mandar as desculpas para bem longe é fornecer um bom ambiente de estudos, livre de desorganização e distrações desnecessárias. Ter um espaço fixo para estudar torna a sua necessidade mais real. Além disso, fica mais difícil ignorar a necessidade de estudar quando o lugar está bem ali, certo?

Esse cantinho deve contar com todos os materiais de que o estudante necessita, todos sempre à mão. Além disso, deve ser bem iluminado e confortável, com cadeiras e mesas de boa qualidade.

3. Torne o estudo divertido

Eliminar a ideia de que os estudos são uma obrigação tediosa deve estar sempre entre os primeiros itens na lista de prioridade dos pais. Felizmente, torná-lo leve e prazeroso não é difícil.

Utilize a gamificação nos estudos de seu filho e use a tecnologia a seu favor. Além disso, é possível criar joguinhos práticos, como jogos da memória e flashcards.

4. Seja participativo e motivador

Ainda falando sobre tornar os estudos mais leves, que tal participar um pouco da rotina de estudos de seu filho? A motivação e a participação dos pais são essenciais para que as crianças se sintam mais interessadas.

Lembre-se de sempre elogiá-las e reconhecer as conquistas feitas, além de não repreender as dificuldades encontradas  o que pode causar frustração e resistência aos estudos.

5. Dê bons exemplos

Como exigir que os nossos filhos sigam uma rotina de modo eficiente se nós não damos o exemplo? Por isso, é necessário estabelecer costumes para todos os membros da família e segui-los fielmente.

Lembre-se de que as crianças são o espelho de seus pais e que um ambiente familiar saudável é o grande responsável pelo bom resultado nos estudos.

Gostou das dicas? Implemente-as na rotina das crianças e observe os resultados que bons hábitos de estudo são capazes de trazer para o desempenho dos pequenos, em curto e longo prazos!

Para saber mais, confira nosso post sobre como aumentar o engajamento das crianças no reforço escolar. Boa leitura!

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"