4 dicas para melhorar a comunicação entre pais e escola

Escolher a melhor escola para seu filho não garante integralmente uma excelente comunicação entre pais e escola. Na realidade, a intercomunicação é um processo longo, que se constrói em várias etapas e diversas formas de conexão.

Um exemplo de atitude que dificulta a comunicação é, por exemplo, os pais não se apresentarem à equipe da escola no começo de cada período letivo. E evitar os eventos culturais também contribui para enfraquecer o relacionamento do pai ou mãe com a comunidade escolar.

Mas como garantir um diálogo de qualidade com a escola do seu filho? Neste post você conhece 4 dicas capazes de deixar afiada a comunicação entre pais e escola. Confira!

1. Apresente-se logo no começo

Muitos pais têm dificuldades de comunicação com a escola porque pouco conhecem a equipe que a integra. Isso acaba trazendo obstáculos futuros. Se surge um problema ou dúvida a respeito da vida escolar do seu filho, fica difícil encontrar suporte porque você desconhece quem é o coordenador ou orientador pedagógico.

Para evitar esse descompasso, apresente-se à escola logo no início do semestre letivo. E o ideal é que os dois responsáveis façam isso juntos e na presença do filho. E mais: peça para conhecer toda a equipe que, diretamente ou indiretamente, interferirá no cotidiano acadêmico do seu filhote.

2. Marque presença in loco

Conversar com a professora ou coordenadora de ensino pelo telefone é uma atitude indicada apenas para casos de emergência, como quando o aluno não pode ir à aula porque ficou doente inesperadamente.

O ideal é fazer encontros presenciais, pois esse tipo de contato aproxima ainda mais os pais e profissionais da educação. E ainda minimiza aqueles ruídos de comunicação, já que todos estarão frente a frente, discutindo sobre um assunto de comum interesse.

3. Envie recados

Marcar presença, entretanto, não significa que você tem que ir todo dia à escola do seu filho. Se o objetivo é resolver alguma pendência relacionada a uma atividade regular do aluno, a dica é mandar uma mensagem escrita.

Não deu tempo de acompanhar seu filho durante as tarefas e você não quer que ele passe vergonha diante da classe? É simples: envie um recado para a professora. Escreva um bilhete ou uma cartinha explicando o ocorrido. Deixe claro que você sempre está disposto a ajudar nas atividades extraclasse e no reforço escolar, mas que dessa vez houve um imprevisto. Deixe um número de telefone para que a professora possa entrar em contato se for o caso.

E isso vale para outras situações cotidianas, como aquela ocasião em que você não conseguir um material solicitado ou aquele dia em que a camiseta do uniforme não secou.

4. Participe dos eventos culturais

Muitos pais costumam ignorar os eventos culturais da escola. Excetuando o Dia das Mães e dos Pais e o evento de encerramento de final de ano, pais e responsáveis acham que essas atividades devem ser aproveitadas apenas pelos alunos.

Esses eventos, entretanto, têm um grande potencial para melhorar a comunicação entre pais e escola. Isso porque a convivência saudável tende a estreitar os laços entre aqueles que fazem parte de uma comunidade acadêmica, facilitando o acesso aos professores e coordenação e a definição de soluções para eventuais problemas.

E mais: fortalece o grupo de pais e responsáveis, já que nesses eventos você também vai conhecer pais e mães de outros alunos.

Por isso, marque presença na próxima gincana ou festa comemorativa da escola.

São apenas algumas dicas com potencial para melhorar a comunicação entre pais e escola. Mas também é importante que, nesse processo de aproximação, os pais saibam como participar da vida escolar do aluno sem serem invasivos.

Gostou dessas dicas, mas seu filho tem outros problemas na escola? Ele tirou notas baixas e ficou em recuperação? Saiba agora mesmo o que fazer nesse momento tão desagradável.

 

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"